Photo by Junior REIS on Unsplash

O que eu queria saber no começo da minha carreira

Todo começo é difícil, mas se não começar, como iremos alcançar nossas metas? — Fernando Fontes

Mas isso nem sempre estava claro para mim…

Estou escrevendo esse texto para quem está começando na sua carreira ou já trabalha, mas tem pouquíssimo tempo de experiência.

1. Começar é doloroso, não começar é pior ainda

Aceite isso a partir de agora: Todo começo é doloroso. Seja começar um novo emprego ou aprender algo novo, você vai encontrar obstáculos.

Ao longo do tempo, você irá ultrapassar esses obstáculos e o que antes era muito complicado ou “impossível”, já não é mais problema ou se tornou trivial. Tenha objetivos e foque no processo.

2. Cuidado com o impostor

O imposto que me refiro, seria você mesmo! Sabe aqueles sentimentos de insegurança, medo de não ser bom o suficiente, ansiedade, baixa autoestima, etc… Todo esse misto de emoções podem está prejudicando o seu potencial crescimento e inibindo grandes conquistas na sua vida!

Para de subestimar suas habilidades e o seu cognitivo. Acredite e aceite que as habilidades devem ser desenvolvidos ao longo do tempo. Pense no que você pode vir a ser!

Tenho uma sugestão de livro: Mindset: A nova psicologia do sucesso.

3. Reconheça suas conquistas

Saiba ser grato pelas conquistas logradas por você! Pode não fazer sentido ou parecer frase de coach, mas você só começará a ter mais quando agradecer o que você tem hoje. Seja GRATO pelo o que você conseguiu até aqui e a pela pessoa que você é.

  1. Conseguiu algo importante?
  2. Aprendeu algo importante?
  3. Recebeu aquele e-mail que estava esperando (um novo contrato ou um novo emprego)?

Agradeça e tenha fé que você pode conseguir muito mais!

4. Abomine a necessidade de reconhecimento

Pode parecer estranho, mas foi um pensamento que me ajudou muito. Ser elogiado ou reconhecido por alguém é essencialmente muito bom, é um feedback de algo que você fez bem feito, porém é apenas como um feedback, nada além disso.

Ser julgado como bom ou ruim por outra pessoa é apenas uma medida baseado no critério dessa pessoa (do que é bom ou ruim). Se você focar em correr atrás de elogios, estará apenas querendo se adaptar aos critérios de uma outra pessoal e esquecendo que você é o verdadeiro “juiz”, no sentido de saber que está no caminho certo e que, de fato, está sendo útil para a comunidade.

Faça artigos, contribua em projetos open-source, trabalhe pro-bono para alguma instituição da sua cidade, proponha melhorias nos processos atuais da sua empresa, ajude pessoas.

Seja útil e faça contribuições para um contexto maior.

Conclusão

Espero que o artigo tenha sido útil para você. Muito do que eu escrevi foi baseado em experiências que tive e na leitura de alguns livros. Vou deixar alguns aqui em baixo:

  1. A coragem de não agradar de Ichiro Kishimi, Fumitake Koga
  2. Mindset: A nova psicologia do sucesso” de Carol Dweck, S. Duarte
  3. Meditações” de Marco Aurélio, Edson Bini

Desenvolvedor e tem um site https://iagofrota.com.br.

Desenvolvedor e tem um site https://iagofrota.com.br.